Contos,Crônicas e Poemas de Ed.

Literatura, a arte que liga as pessoas o mais distante que elas estejam.

Textos

Cidade Sitiada
Outrora havia retângulos de relva
Onde uma esfera a passear
Pelos pés das feras
Era uma rainha da selva

Ouvia-se o som do apito
E da pelota, o grito
Não se sentia a fobia
Percebia-se a calmaria

Havia Perdidos no Espaço
Uma lua de queijo
O namorar sem o beijo
E o maço de cigarros

Hodiernamente, eu vejo:
Os tetos sem gramas
O cortejo à grana
E o sitiar em decreto
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 04/05/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras