Contos,Crônicas e Poemas de Ed.
Literatura, a arte que liga as pessoas o mais distante que elas estejam.
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Soldado
Preso em um lugar no meio do mato
Onde há um monte de ocas
Que entoca a nudez que me cega
Toda vez que as vejo

Luto contra o desejo do homem,
A mais perigosa das vontades,
Sentir o odor  do suar das peles vermelhas
E não poder a carne saciar

Pois suas vergonhas de fora
Aflora a febre que sinto
É como se eu estivesse em um labirinto
O qual as paredes fossem de pele

É difícil conter as mulheres pintadas
Sem vestimentas, sem nada
E quando o tempo me libertar
Desertarei na zona da mata
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 25/08/2018


Comentários