Contos,Crônicas e Poemas de Ed.
Literatura, a arte que liga as pessoas o mais distante que elas estejam.
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Sempre “Ele”
O Tempo, sempre “Ele”
A me ensinar, a me fazer esperar
O Tempo comanda a minha história
Escreverá o meu epílogo, o meu desfecho

O Tempo às vezes é cruel
No entanto é a sua forma de me cuidar
Quando nada cai do céu
A me sustentar

O Tempo é “Alguém”
Que controla minhas desancadas
É aquele que acelera o meu pensamento
E quem me traz de volta

O Tempo é um prelúdio da vida
Que me segue a me envelhecer
A me mostrar que é seu o poder
É seu o malhete
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 06/09/2018


Comentários