Contos,Crônicas e Poemas de Ed.
Literatura, a arte que liga as pessoas o mais distante que elas estejam.
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Eu e o sol
Semiaberta a janela do seu quarto
Os raios do sol estão a te despertar
A varrer tão delicadamente o seu rosto
É a natureza a te tocar

Sempre aberta a porta do seu quarto
Os meus raios estão a te tatear
A passear tão levemente em seu corpo
É a realeza a te aliciar

E quando abres os olhos teus
Há duas coisas a te desejar
Eu e o sol, o sol e eu
Os dois somos amantes seus

O que te venera,
Que não te abandona jamais
E o que se põe
A te fazer chorar na beira do cais
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 25/10/2019


Comentários