Contos,Crônicas e Poemas de Ed.
Literatura, a arte que liga as pessoas o mais distante que elas estejam.
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Dia de Caveirão

Eu saí pra comprar livro
E quando voltei eu vi a morte
A má sorte de quem saiu
E foi comprar pão

Eu saí pra comprar  livro
E quando voltei eu vi a morte
A má sorte do barbeiro
Que afiava as mãos

Eu saí pra comprar livro
E quando voltei eu vi a morte
A má sorte dos meus sonhos
E da minha inspiração

A vida deveria ser como um livro de ficção
O menino estaria a vender pipocas
Ao final do dia, varreria-se a barbearia
E no espaço literário, eu cantaria
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 09/09/2019
Comentários