Contos,Crônicas e Poemas de Ed.
Literatura, a arte que liga as pessoas o mais distante que elas estejam.
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Em seus braços
Vejo luzes ao longo da estrada
E as confundo com os vagalumes
Tal é o volume da minha mente
Todavia, eu não a esqueço por nada

Faço de conta que o tempo não passa
E o tenho na palma da mão
O meu andar é sem brusquidão
Como quem não pode mais

Não haverá nenhum disfarce
Acompanharei a sua pulsação
Dar-te-ei sempre a outra face
E nunca te direi não

Pois tenho um lindo sonho
Daqui a muitos e muitos anos
Poder morrer em seus braços
Meu amor, a dizer que te amo
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 27/11/2019
Comentários